Sinto, crio e escrevo

Luana Matheus Paz Carvalho

Sinto, crio e escrevo

Projeto de Luana Matheus Paz Carvalho

Contribuição do projeto para a educação

Um dos grandes desafios dos educadores é fazer com que os alunos aprendam a ler e escrever, porém, não de forma mecânica apenas decifrando códigos sem nenhuma função, mas sim, criar um significado reflexivo para todo esse processo. Partindo do pressuposto que os sentimentos têm importância vital para o desenvolvimento do ser humano, a produção de um livro narrativo que tem como base os sentimentos e emoções, busca despertar o interesse pela leitura e escrita, abordando aspectos específicos que trazem reflexões para os alunos de como lidar consigo mesmo e com os outros. O projeto foi pensado para que de uma forma lúdica e prazerosa os alunos criem personagens e adentrem em aventuras que abrirá possibilidades de autoconhecimento e como utilizar esse processo para melhorar seu aprendizado.

Aspectos curriculares atendidos pelo projeto

O projeto foi criado para trabalhar assuntos que abordem inteligência emocional com os alunos para que através de diversas atividades saibam lidar com suas próprias emoções. Também através do gênero textual de narrativas eles criem histórias baseadas em seus próprios sentimentos para aperfeiçoar o processo de produção textual autônoma e compartilhada que tem como produto final do projeto um livro de coletânea de narrativas criadas pelos próprios alunos.

A nova Base Nacional Curricular Comum tem como base uma de suas competências “Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, compreendendo-se na diversidade humana e reconhecendo suas emoções
e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas.” E com base nessa competência que o meu projeto está pautado.

Valorização da diversidade e inclusão

Durante a realização do projeto foi nítido o aumento da autoestima daqueles alunos que possuem maior dificuldade no processo de alfabetização e durante o desenrolar de todas as atividades esses alunos alcançaram um avanço significativo na apropriação da língua escrita e leitura, bem como o envolvimento nas atividades proporcionou segurança para que todos da sala participassem do projeto de uma forma homogênea. Existe um relato também de um aluno que com apenas 6 anos desenvolveu depressão e faz uso de medicação durante já durante 2 anos e com o projeto se sente melhor para aprender a lidar com essa doença e também reconhece quando está entrando em crise e consegue lidar melhor com isso.

Atividades desenvolvidas no Projeto

Cronograma de atividades que foram realizadas no projeto:

• Apresentação do projeto para os pais em reunião;

• Dinâmica com os pais para salientar a importância de trabalhar sentimentos e o quanto é relevante incentivar os filhos na escola;

• Roda de conversa para levantamento dos conhecimentos prévios dos alunos a respeito do tema;

• Leitura do livro “FLICTS” do Ziraldo para iniciarmos as atividades do projeto com roda de conversa sobre o tema do livro e os sentimentos que o autor relata;

• Construir painel dos sentimentos e discussão sobre como lidar com o que sentimos;

• Elaborar lista de sentimentos e emoções;

• Assistir palestras e vídeos que abordam saúde emocional;

• Criar fichas descritivas sobre sentimentos e emoções, e representá-las por cores;

• Realizar pesquisas na internet (laboratório de informática) assunto que abordem sentimentos e emoções  para eventuais discussões;

• Consultar dicionário para definição de cada um dos sentimentos e emoções que conhecemos;

• Assistir ao filme “Divertidamente” para que em seguida haja uma discussão a respeito dos personagens e possamos realizar uma atividade que mostre suas características e o que nos acrescenta em relação ao tema do projeto;

• Desenvolver gráficos das emoções e analisar como os alunos da escola se sentem em relação a alguns aspectos de suas vidas, socializar essas informações com os demais docentes;

• Enviar questionário aos pais sobre como os filhos estão reagindo em relação esta temática, e o que podem contribuir para saúde emocional do filho;

• Passeio cultural a uma editora de livros para os alunos perceberem na prática todo o processo da construção de um livro;

• Apresentar aos alunos em roda de conversa, o início do livro, que será o nosso produto final e como iremos associar os sentimentos as narrativas criadas;

• Atividade da cápsula dos bons sentimentos onde os pais irão escrever bons pensamentos para os filhos, colocarem em uma cápsula, para abrirem somente no final dos anos de escola dos filhos e relembrar o que trabalhamos no projeto;

• Momentos de escuta para saber dos alunos em que o projeto tem contribuído para seu aprendizado;

• Criar tabela descritiva das características dos personagens;

• Propiciar momento para que os alunos criem com massa de modelar as características físicas dos seus personagens;

• Criação através de desenho o personagem de cada história;

• Construção de maquetes na caixa de sapatos dos cenários de cada história criada pelos alunos;

• Estudo através de atividades diversificadas, sendo elas, mapa mental, uso correto da pontuação, coesão e coerência, sobre o gênero textual em que os alunos vão escrever suas histórias (texto narrativo);

• Produção individual de narrativas que irão compor o livro;

• Revisão coletiva dos textos entre os alunos;

• Revisão individual;

• Digitação das histórias;

• Elaboração de uma pequena dramatização de história coletiva criada pelos alunos (através de teatro) para apresentar para comunidade escolar;

• Confecção da capa do livro elaborada de forma coletiva;

• Impressão do livro escrito e ilustrado para produção de exemplares que serão entregues para os pais e alunos na culminância do projeto;

• Confecção de chaveiros feitos de polietileno para serem entregues na tarde de autógrafos dos personagens que foram criados;

• Apresentação do livro para os pais e comunidade em uma noite de autógrafos e exposição de todo trabalho realizado.

Instrumentos utilizados na avaliação

A princípio foi feito uma avaliação diagnóstica para apurar o conhecimento prévio dos alunos em relação ao tema (sentimentos e emoções) através de roda de conversa e uma produção textual, durante o projeto a observação e a participação dos alunos no decorrer das atividades fizemos avaliações formativas para ajustarmos os objetivos a serem alcançados bem como o aperfeiçoamento da escrita através das atividades realizadas. Com a construção do livro que teve a participação de todos os alunos realizamos uma avaliação somativa para comparar o nível de escrita desde o início do projeto de acordo com o desenvolvimento de cada um.

Resultado observado

Os alunos participaram efetivamente do projeto, demonstrando interesse pelo tema e a realização das atividades. Em todo processo de criação todos participaram contribuindo com suas atividades criativas. No final do projeto cada aluno recebeu sua parcela de conhecimento e cada um pegou para si o que mais atraiu durante as atividades.

O nível de escrita subiu significativamente, os alunos compreenderam a importância da coerência e coesão, e também conseguiram alinhar sua escrita com os sentimentos que trabalhos no decorrer do projeto escrevendo e expressando-se melhor. As atividades que foi trabalhado os sentimentos e emoções foi de grande relevância par melhora dos alunos no ambiente escolar bem como em suas casas conforme o relato dos pais.

O texto deste projeto foi enviado pelo autor e é de responsabilidade do autor deste projeto.

Projeto ajuda no desenvolvimento de quais competências?

ConhecimentoComunicaçãoRepertório culturalCultura digitalTrabalho e projeto de vidaArgumentaçãoAutoconhecimento e autocuidadoEmpatia e cooperaçãoResponsabilidade e cidadaniaPensamento científico, crítico e criativo

Horas/Aulas aplicadas ao projeto.

7 horas diárias

7 horas diárias

Público-alvo do projeto.

Fundamental I

Horas/Aulas aplicadas ao projeto.

Parque

Escola Pública

Escola Particular

Quantidade adequada de participantes.

30 participantes

30 participantes

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável

Imprimir Página